Nossa história com o orgânico começou tímida, sem muita pretensão. Sempre tivemos aquela consciência, mais de subconsciente, da necessidade de nos alimentarmos melhor.

Começou com uma preocupação em fazer o exercício render para um e tirar a ideia fixa das veias entupindo para outro. Mas era difícil conciliar uma vida de trabalho, faculdade, amigos, pouco tempo em casa e muita, muita vontade de comer besteira. Na época o desejo por fast food era frequente e nosso corpo jovem metabolizava fácil esse estilo de vida o que deixava essa “preocupação” sempre em segundo plano.

Foi um documentário aqui, um artigo ali, muitas discussões antes de dormir e muitas dores de barriga ininterruptas que nos trouxeram até aqui. Não envelhecemos muito, mas já sentimos que o corpo de ontem não é o mesmo de hoje e, se seguirmos essa lógica, é melhor começarmos a melhorar o quanto antes.

Ainda estamos no início disso que chamamos de evolução. O conhecimento é pouco, mas o foco, antes na batata frita, hoje está em entender o que isso representa amanhã.

A felicidade da ignorância passou a ser uma consciência tranquila, sem noia e sem sofrimento de que nós somos o que comemos. Essa máxima, clichê nos dias de hoje é cheia de significados vazios para a maioria das pessoas. Inclusive era para nós até pouco tempo atrás.

Com o tempo entendemos que o pão que a gente comia quando pequeno, feito pelas nossas avós com fermento natural não é o mesmo que compramos hoje no supermercado, aquele com uma durabilidade surpreendente. Vemos que a comida que antes era colhida no quintal durante uma época específica do ano e que hoje pode ser encontrada a qualquer hora, em qualquer lugar, não é uma facilidade e tem seu preço.

Entender que o alimento de hoje pode ser a causa da doença de amanhã – ou da saúde -torna a decisão mais fácil. Não somos adeptos a radicalismos, ainda estamos longe de conseguirmos nos alimentar da maneira que almejamos, mas queremos transformar essa viagem até lá em algo prazeroso. E dividir essa experiência com quem encontrarmos nesse caminho.

Nesse mundo cheio de possibilidades e informações queremos fazer a nossa própria curadoria e entender através de pesquisas, especialistas e experiências diversas o que nos ajudará a ser mais saudáveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s